Cuidado para não morrer na praia

Quantas pessoas você conhece que por falta de paciência ou mesmo fé e esperança desistem de uma coisa justamente quando estariam prestes a conquistar?

Quantas pessoas você conhece que pelo desejo de ganhar tudo acabaram perdendo o que já tinham?

Quantas pessoas você conhece que deixam de fazer coisas simples e pequenas que fariam com que elas ganhassem coisas grandes e importantes?

Quantas pessoas você conhece que morrem na praia?

O termo morrer na praia quer dizer exatamente isso: desistir quando se está próximo a chegar, a se salvar.

Vejo, todos os dias, pessoas que morrem na praia. São aquelas pessoas que por pura preguiça deixam de ir a lugares onde as oportunidades estariam à espera delas. São aquelas que por estarem com alguma dificuldade não ajudam as outras, fechando-se em si mesmas. São aquelas que desistem de um sonho ou de um ideal sem dar tempo ao tempo para que o sucesso possa acontecer. São aquelas que desistem de um emprego, de um casamento por causa de um momento de dificuldade que seria ultrapassado se tivessem tido paciência para esperar um pouco mais, tentar uma vez mais.

Morrer na praia é desistir no meio do caminho. É parar quando se deveria continuar um pouco mais. É confiar em si próprio, com entusiasmo e paixão e tomar cuidado para não dar ouvidos àquelas pessoas que nos puxam para baixo e querem que desistamos, que morramos na praia.

Pense se você também não está se deixando levar por pensamentos negadores e negativos e pensando em desistir, em abandonar a luta, em se acomodar. Veja se você também não está se deixando levar por maus conselheiros que, às vezes, por pura inveja querem ver você desistir, morrer na praia.

As oportunidades existem e só aparecem para quem quer vê-las e agarrá-las e para aqueles que não têm medo de desafios.

Pense nisso. Sucesso!

Fonte: Agrolink