Mercado de arroz tem ritmo lento na primeira quinzena de agosto

As negociações de arroz em casca no Rio Grande do Sul apresentaram ritmo lento nesta primeira quinzena de agosto. Algumas indústrias consultadas pelo Cepea priorizaram apenas as compras de arroz depositado em seus armazéns, devido às dificuldades do repasse das altas do casca para o beneficiado, enquanto outras estiveram fora de mercado, trabalhando apenas com o produto já comprado.

Além disso, algumas beneficiadoras adquiriram novos lotes de arroz “livre” (armazenados nas propriedades rurais) para repor seus estoques. Do lado vendedor, alguns orizicultores disponibilizaram lotes, devido à necessidade de “fazer caixa” e atender aos compromissos bancários. Outros, optaram em negociar outras commodities, como a soja, por exemplo. Entre 7 e 14 de agosto, o Indicador do arroz em casa ESALQ/SENAR-RS, 58% de grãos inteiros, caiu leve 0,09%, fechando a R$ 43,84/sc de 50 kg, no dia 14.

 

Fonte: Cepea/Esalq